The Most Beautiful Moment in Life: Acervo IV

Papillon (Butterfly) 화양연화 pt.2 Sketch photo 
Fonte: Bighit Entertainment 2015

A Transição da Juventude para a Vida Adulta e a Autodescoberta

Nome do autor: Estéfani de Oliveira Corrêa
Revisão: Laís e Naomi
Kafka à beira-mar | Amazon.com.br
Figura 1: Capa do livro – ed. Objetiva – 2012
Fonte: Murakami 2012

Kafka à beira-mar é um romance de Haruki Murakami que combina realismo e magia, tornando a leitura fantástica, misteriosa e surpreendente. Nele, Murakami traz referências do pop internacional citando bandas como Beatles e Led Zeppelin, passando também por clássicos como a vida de Beethoven e, claro, clara menção às tragédias gregas, com destaque para o mito de Édipo.

A obra tem seus capítulos alternados entre a história do jovem Kafka Tamura e o senhor de 60 anos Satoru Nakata, cujos destinos se encontram em determinado momento da narrativa.

No prólogo, é introduzida a história do jovem Kafka por meio de um diálogo entre ele e “o menino Corvo”, seu alter ego, em uma tentativa de entender quem ele é de fato, além de planejar a fuga de sua casa e da profecia — digna de Édipo rei — ditada por seu pai. Ao completar 15 anos, Kafka sai do bairro de Nakano, em Tokyo, e segue para a cidade de Takamatsu. Nessa viagem, encontra a jovem Sakura, que lhe entrega seu número de telefone. Os dias de Kafka se passam entre o hotel em que dorme, a academia pública e a Biblioteca Memorial Komura, onde conhece Oshima, um auxiliar da bíblioteca, e Sra. Saeki, a responsável pela biblioteca e por quem Kafka sente uma atração.

A vida de Kafka segue tranquila por alguns dias até que, em uma noite, acorda no meio de densos arbustos perto de um santuário xintoísta e observa, em sua camisa, uma mancha de sangue com o formato de uma borboleta com asas abertas.

Noto então que existe algo escuro na altura do peito da minha camiseta branca. Esse algo tem o formato de uma borboleta de asas abertas. Primeiro, tento limpá-lo espanando com a ponta dos dedos. Impossível. Toco a coisa escura com a mão e percebo uma estranha viscosidade. Dispo a camisa de brim com calculada lentidão para me forçar a acalmar e tiro a camiseta pela cabeça. E, sob a luz vacilante da lâmpada fluorescente, dou-me conta de que a coisa escura é uma mancha de sangue rubro-negra. O sangue é fresco, nem secou ainda. E em grande quantidade (MURAKAMI, 2008, p. 77-78).
Figura 2: BTS (방탄소년단) ‘I NEED U’ Official MV (Original ver.)
Fonte: Youtube 2020

Com medo de voltar ao hotel, Kafka liga para Sakura, que o dá abrigo e passa a tratá-lo como um irmão após ouvir sua história. No outro dia, segue para a biblioteca e pede ajuda a Oshino, que o leva até a cabana de sua família, localizada em cima de uma montanha, enquanto prepara um quarto na biblioteca para o jovem. Na montanha, Kafka lê e dá breves voltas pela densa floresta que há ali. Quando volta para a biblioteca, desenvolve certo relacionamento incestuoso com Sra. Saeki, que descobre-se, no final da obra, ser a mãe que o abandonara na infância.

Em paralelo com a história de Kafka, a de Satoru Nakata é contada a partir de reportagens em um jornal que relata um acontecimento de 1944, durante a guerra. Nesse relato, descobre-se que Nakata havia perdido suas faculdades mentais desaprendendo a ler e escrever e afetando sua cognição, o que, contudo, lhe deu a habilidade de falar com os gatos.

Após apresentar a origem do personagem, a obra nos leva para o presente de Nakata, no qual ele é um idoso solitário que procura por gatos desaparecidos para ganhar algum dinheiro além da pensão que o governo lhe oferece. É numa dessas procuras que o caminho de Nakata cruza com o de Johnnie Walker, que mata gatos para usar suas almas na construção de uma flauta mágica. Revoltado e fora de controle após ver a cena terrível, Nakata mata Johnnie.

Após o assassinato sangrento, Nakata acorda em um terreno baldio com duas gatinhas salvas, mas sem uma gota de sangue em suas mãos e sem a habilidade de entender as gatas. Ele vai então à polícia contar o ocorrido, mas é considerado um velho caduco e é ignorado. No outro dia, ele segue um chamado desconhecido em direção a Takamatsu com a ajuda de Hoshino, um caminhoneiro que lhe oferece carona e que, com a ajuda do velho, passa a ver a vida com mais perspectiva.

É durante o assassinato de Johnnie Walker que o destino de Nakata se encontra com o de Kafka pois, apesar de se apresentar como Johnnie, seu nome real é Koji Tamura, pai de Kafka. Com isso, entende-se que mesmo que Nakata tenha cometido o ato físico, é Kafka que surge com sangue em suas roupas, cumprindo assim a primeira parte da sua profecia.

Figura 3: BTS (방탄소년단) 화양연화 on stage : prologue
Fonte: Youtube 2020

Chegando em Takamatsu, Nakata busca a “pedra da entrada”, que descobrimos ter sida aberta pela Sra. Saeki na juventude e que agora precisa ser fechada por Nakata.

Enquanto isso, a polícia procura por Kafka, possível testemunha do assassinato de seu pai. Oshima o leva então novamente para as montanhas, onde ele se aventura na floresta, após se perder ao ver uma borboleta branca encontra então dois soldados que não envelhecem. Eles o levam para uma vila onde Kafka encontra a Sra. Saeki jovem. Ao voltar para a cabana, encontra o espírito da Sra. Saeki, que acabara de morrer, e descobre que ela de fato era sua mãe. Ao final da noite, enquanto dorme, tem sonhos quentes com Sakura, cumprindo assim a última parte da profecia de seu pai. 

Nakata também acaba morrendo após um encontro com a Sra. Saeki e  Hoshino fecha a “pedra da entrada”. Por fim, Kafka decide voltar para casa e seguir sua vida dentro da normalidade. “Estou indo embora para Tóquio — digo. — Estou na estação de Takamatsu” (MURAKAMI, 2008, p. 447).

É nessa ideia de transição da adolescência para a vida adulta que a obra Kafka à beira-mar se torna referência para a obra do BTS, especialmente na trilogia “The Most Beautiful Moment In Life: 花樣年華”, que tem como conceito justamente o amadurecimento e o crescimento, sendo a Pt.1 a representação da busca do jovem em descobrir quem realmente é e as incertezas de seu próprio futuro, e a Pt.2 a sua auto-aceitação, que em Kafka se apresenta no momento em que ele decide voltar pra Nakano.

O BTS escolheu o tema do "momento mais bonito da vida", o início da idade adulta de uma pessoa, em que a beleza coexiste com a incerteza. O momento mais bonito da vida pt.1 concentra-se mais no futuro incerto do que no glamour da juventude (BIGHIT, 2015a).
O momento mais bonito da vida pt.2 canta sobre a energia da juventude avançando, abraçando até a incerteza e a insegurança (BIGHIT, 2015b).

É nos versos de Suga em “Intro: Never Mind”  “The Most Beautiful Moment In Life: Pt.2”, que mais se exemplifica a relação com a obra Murakami 

Eu apenas olho para frente e corro/ Sem tempo para olhar para trás /[...]/ Aquele tempo chamado puberdade/ Eu penso nele de repente/ Naquela época eu era jovem/ E não tinha nada a temer/ [...]/  E minha visão amadureceu um pouco mais em comparação com os outros da minha idade (BTS, INTRO: Never Mind, 2015).

Esse trecho torna-se ainda mais significativo quando sabemos que Suga saiu de sua casa ainda na juventude para seguir seu sonho de ter uma carreira artística, bem como Kafka saiu de casa para seguir o que acreditava ser o correto.

Quando meu décimo quinto aniversário chegar, sairei de minha casa e irei para uma cidade distante e desconhecida, onde vou viver numa pequena biblioteca (MURAKAMI, 2008, p. 12).

Além disso, Kafka parece querer recomeçar sem o peso da profecia que seu pai fez, fugindo assim para o desconhecido. Nesse sentido, o trecho de J-Hope em 이사 (Moving On) se encaixa na ideia de recomeço e a música toda evoca um sentimento de lembrar do passado ao começar uma nova jornada.

Eu tenho mais do que quando comecei também/ Vamos pegar o nosso orgulho e ir para um mundo maior/ Com um sonho maior/ Um novo começo, um novo início/ Ansioso para ver como será (BTS, 이사 (Moving On), 2015).

Já a música Butterfly traz uma citação direta à obra, nos trechos cantados por RM:Eu não sei se isso é realidade, ou um sonho/ Meu kafka à beira-mar/ Não vá para aquela floresta” (BTS, Butterfly, 2015).

Nota: A leitura do livro pode ser muito confusa pois o leitor se perde ao tentar entender o que são sonhos e imaginações dos personagens e o que de fato é real.

O verso “Meu Kafka à beira-mar”, além de ser uma referência clara ao título da obra, pode também ser compreendido no sentido de tranquilidade, afinal, Sra. Saeki evocava esse sentimento ao observar um quadro de mesmo nome, no qual seu grande amor da juventude, também chamado Kafka, é retratado em uma praia. Além disso, Kafka Tamura também sentia tranquilidade ao ouvir a música com esse mesmo título composta pela Sra. Saeki.

Já o verso “não vá para aquela floresta” traz o momento em que Kafka se perde após visualizar uma borboleta, mesmo sendo avisado de que não era seguro adentrar a floresta.

Uma borboleta grande, do tamanho de minha mão, cruza meu campo visual em voo incerto. Sua forma me faz lembrar a mancha de sangue que sujava minha camisa. A borboleta surge das sombras das árvores, se locomove pelo espaço de maneira lenta e desaparece outra vez por trás das árvores. Depois que ela se vai, a atmosfera se torna ainda mais pesada e o ar esfria sensivelmente. E então, o medo de ter perdido de vista o caminho me assalta. (MURAKAMI, 2008, p. 357).
Figura 4: Papillon (Butterfly) 화양연화 pt.2 Sketch photo Fonte: Bighit Entertainment 2015

Tanto Kafka à beira-mar quanto The Most Beautiful Moment In Life: 花樣年華 trazem o sentimento de autoconhecimento e desenvolvimento emocional, de maneira que sintamos isso ocorrer nos momentos difíceis da vida, seja numa fuga de casa ou no abandono parental que tanto Kafka quanto o personagem de J-Hope sofrem em determinado momento da história narrada pelo BTS. E são nesses momentos que cabe a nós, como seres humanos, lidarmos com a situação e as consequências de nossos atos, sendo ou não “o menino de 15 anos mais valente do mundo” e, então, após um período de turbulência: “você adormece. E, quando acorda, é parte de um novo mundo.” (MURAKAMI, 2008, p. 448).

GLOSSÁRIO

  • Mito de Édipo: O mito em que um rei recebe a profecia de que seu filho o mataria e casaria com sua esposa, ou seja a mãe deste.

Photoshoot: Sessão de fotos para um álbum.

REFERÊNCIAS

tags: Most Beautiful Moment in Life, Kafka à Beira-mar, Murakami, HYYH, Édipo, Juventude, BTS. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *