HELMER MARRA

23, NOVA GLÓRIA - GO
OPERADOR DO DIREITO E PESQUISADOR DA (NEO) HALLYU

Chamo-me Helmer Marra, tenho 23 anos, nasci em Nova Glória, cidade do interior norte do Estado de Goiás. Sou graduado em Direito e em algum ponto dessa formação fui apelidado por uma professora muito querido como Mito. Todavia, mesmo com todas as boas memórias e amizades que fiz durante minha graduação, eu sabia desde o princípio que era a graduação errada. Será que ainda consigo discernir um dos pontos positivos que foi eu ter sido introduzido ao BTS por um dos meus amigos dessa graduação e isso ter seguido para minha vida, além de ter sido o objeto de pesquisa na minha monografia?

Nascido no interior, em uma cidade considerada pequena, o acesso a informação veio a ser privilegiado desde que eu era criança. Com cerca de 5 anos de idade eu já tinha computador em casa com internet (Isso tendo sido por certa influência do meu irmão para com nossa mãe). Vive cercado pela minha família, com isso vieram várias influências. Dentre essas estão a de que sempre fui ensinado a ter prazer por aprender em vista também da profissão dos meus pais, professores da rede estadual de educação. Com essa motivação sempre tive certo destaque na sala de aula e incentivo para sempre aprender mais.

Outro ponto que eu agradeço a minha família pela parte cultural. De uma certa idade fui influenciado a gostar de cultura, começando pela mitologia grega, as histórias dos irmãos Grimm até a mitologia nórdica. Juntado esse gosto pelo aprendizado, com uma infância recheada por ‘Cavaleiros do Zodíaco’, tomei prazer em ver animes. Passando minha infância e adolescência consumindo animes, tomando mais prazer em conhecer, praticar alguns costumes da cultura japonesa. Pode-se imaginar que por eu ter tido acesso em uma idade tênue eu também tivesse outros adereços ligados a cultura de animes do Japão, mas não, meu consumo, em termos virtuais, pautava-se no assistir animes. Algo que, como eu não tendo costume de outro consumo, trazia isso para discussão com meus amigos da vizinhança, conversávamos sobre e brincávamos com as histórias, tendo inclusive criado várias ‘brincadeiras’ próprias, com as nossas regras e práticas. Essa riqueza levou-me a consumir outros estilos musicais, começando pelas músicas tradicionais e as clássicas. Já tendo sido um avido fã de música pop e rock ocidental, atualmente de escuta esporádica.

Com relação a minha vida literária, foi algo construído paulatinamente ao longo dos anos. Quando criança não lia muito, na pré-adolescência descobri um maior gosto pela leitura, de início fantasias envolvendo vampiros até chegar ao ponto que meus livros variam entre livros de fantasia (variados subgêneros), os de pesquisa acadêmica e os de escrita literária.

Com relação ao grande ponto, que tomou a frente de minhas pesquisas, fui apresentado, por um grande amigo meu, ao BTS quando eles lançaram ‘Blood, Sweet and Tears’, mas só quando fui reintroduzindo a eles em setembro de 2017 (por influência da amiga que tinha sido influenciada pelo nosso amigo com BS&T) com o lançamento de ‘Intro: Serendipity’ que entrei de vez no ‘fandom’. Depois disso cai cada vez mais no buraco do K-pop, consumindo K-dramas, Programas de variedade e entre outros produtos da Hallyu (Onda Coreana). Dentro do Army e conhecendo cada vez mais as mensagens do BTS, durante minha graduação em Direito, eu não encontrando nenhuma temática que encaixasse dentro da seara jurídica tive de optar por algo próximo, que eu conseguisse ainda trabalhar com letras do BTS. Foi então que nomeei minha monografia como ‘Educação: um estudo comparado entre as legislações brasileira e sul-coreana (2016-2018) ’.

Com tudo isso que expus, posso dizer que sou grato, com ressalvas, pela faculdade onde graduei-me, pelas amizades que eu fiz, pelas mensagens transmitidas pelo Bangtan e sobre como consegui encontrar um norte. Outra situação sendo as das possibilidades abertas pelo BTS, que enquanto é feita uma pesquisa, é descoberta uma nova mensagem por outro ponto de vista e sobre a forma com a qual isso pode influenciar a filosofia de vida de uma pessoa, com os caminhos a serem traçados, tais quais as escolhas para um futuro sombrio, porém desafiador para a procura de novos tesouros.

B-Armys Acadêmica ® 2020. Todos os direitos reservados.

Fale conosco através do nosso e-mail:

contato@barmysacademicas.com