JULIO NETO

23, CRUZ ALTA
PUBLICIDADE

Me chamo Julio Cezar Ribeiro Bisso Neto, nasci no primeiro dia do último mês do ano de 1996, ou seja, 01/12/1996 em Cruz Alta, interior do Rio Grande do Sul. Até aproximadamente meus 5 anos de idade morei na fazenda, que fica em torno de 40km de distância da cidade, uma época muito legal, mas depois deste período eu e meus pais viemos morar na cidade. Desde criança sou apaixonado por instrumentos musicais, ainda mais violão e guitarra, que aprendi a tocar quando tinha 9 anos e desde então a música está presente em todos os dias da minha vida. Também toco viola caipira, um pouco de teclado e alguns ritmos na bateria. Desenhar também foi uma atividade que pratiquei durante minha infância e adolescência, quando desenhava personagens de desenhos asiáticos (quem sabe aí uma primeira ligação com o mundo oriental). Além disso, umas das minhas maiores paixões são assuntos relacionados ao Universo e todos os mistérios que rondam este tema, posso dizer que sou um fã de carteirinha do canal AssombradO no YouTube. Ah, e estudo russo desde pequeno, pois sou fascinado por este idioma. 

Ainda durante minha infância, eu e meus primos fazíamos filmes para assistir com toda nossa família, assim nasceu a “P Filmes”, ou melhor “Primos Filmes”. Um fato curioso é que eu pouco apareci nas produções, pois sempre estava filmando, seja com um celular, tablet ou com uma câmera simples que tínhamos na época (penso que era mais um spoiler que a vida estava dando). Em 2015 passei no vestibular de Engenharia Mecânica, pois sempre gostei de carros, principalmente Camaro (sim, tenho muitas miniaturas de carros esportivos da Chevrolet e também diversas roupas). Mas este curso não era o que eu estava disposto a trabalhar por toda a vida e acabei trancando dois meses depois do início. Ainda em 2015 passei no curso de Administração e cursei 1 semestre, sendo esse, decisivo para minha escolha definitiva, a Publicidade e Propaganda. 

Em 2016 passei em Publicidade e Propaganda na UFN em Santa Maria/RS. Sim, meu terceiro curso, minha terceira tentativa. Desde a primeira aula percebi que estava no lugar certo e no momento certo e isso foi incrível. A minha paixão pelo mundo audiovisual veio à tona e comecei a focar nesta área desde o início da graduação. No terceiro semestre comecei a participar do LAPPA (Laboratório de Produção Publicitária Audiovisual) como voluntário e em seguida como monitor. 

Passei o período todo da faculdade neste laboratório, aprendendo muito com o professor Fernando Codevilla, com a professora Michele Kapp (futura orientadora) e com os técnicos Jonathan e Alex. No quinto semestre escrevi, dirigi, montei, finalizei e também compus a trilha do sonora do meu curta-metragem de suspense/terror chamado “1979”. Uma experiência fantástica proposta pelo curso (filmes de terror também fazem parte da minha vida, sempre gostei do gênero e por isso montei um canal no YouTube chamado “Ghost Farm Films”, onde posto minhas produções caseiras de suspense/terror). Ainda durante a faculdade criei um blog e um canal voltados para o audiovisual coreano e se chama K-Frame (um trocadilho entre os keyframes da animação e o “K-“ do K-Pop), onde exploro a parte técnica dos MV’s, analisando os making of’s e também postando meus treinos de edições do K-Pop. Porém, ultimamente me falta tempo para tudo o que penso em produzir. A faculdade foi um período muito produtivo em todos os sentidos e ao longo dos 4 anos acumulei aproximadamente 20 prêmios entre fotos, audiovisuais, jingles, entre outras categorias. 

Foi no segundo ano da faculdade (2017) que eu conheci o K-Pop. Confesso que fiquei muito impressionado com toda a técnica, movimentos de câmera, montagem, finalização e outras características dos m/v’s. Aquilo foi minha porta de entrada para o mundo do K-Pop, sendo que até hoje me impressiono com o que vejo. Para concluir minha graduação, decidi explorar este mundo dos MV’s e estudei “Os Movimentos de Cena nos Videoclipes de K-Pop”, sendo este o título do meu TFG. Frame a frame analisei os movimentos de câmera de 4 m/v’s, um trabalho árduo, mas muito gratificante. A relação entre a câmera e os grupos de K-pop me encanta, imagens que parecem dançar com a coreografia dos grupos, a sincronicidade entre música, coreografia e movimentos de câmera é algo que me deixou e deixa fascinado. 

Dessa forma conclui minha graduação em dezembro de 2019, com um dos primeiros trabalhos sobre K-Pop da universidade (se não o primeiro) e o primeiro trabalho sobre MV’s de K-Pop da universidade (esse segundo com toda a certeza e também uma nota 10). Hoje sou editor audiovisual e meu sonho é trabalhar com MV’s de K-Pop na Coréia do Sul. #fighting!

B-Armys Acadêmica ® 2020. Todos os direitos reservados.

Fale conosco através do nosso e-mail:

contato@barmysacademicas.com